Em entrevista para rádio CBN do grupo Globo de comunicação a Ana Paula Siqueira, advogada e coordenadora do programa de proteção de alunos e professores contra bullying, as postagens com esse tipo de intimidação sistemática são mais danosas na internet porque têm um alcance maior.

Em uma matéria feita para o Estadão a Especialista em Direito Digital, a Dra. Ana Paula Siqueira falou sobre os desafios do CyberBullying e o crime de difamação nas redes sociais e grupos de WhatsApp. “Ao passo que o fato de que as pessoas possuem o direito de expor seu pensamento, não as eximem, se o fizer de maneira preconceituosa ou se digladiando com as leis, assumirem os resultados de seus atos.” Confira na íntegra. 

No dia 20/10/2019, A Dra. Ana Paula Siqueira foi entrevistada pela Folha de São Paulo e falou da importância sobre o combate ao bullying e desafios que as escolas enfrentam no Brasil. – “Os diretores ainda não perceberam que as escolas que administram são como minicidades. Se adequar à lei é mais do que uma obrigação. Significa não levar processo no futuro”, diz a advogada.

Ana Paula Siqueira, especialista no tema bullying e cyberbullying, defendeu no Senado Federal a inclusão digital, mas levantou a importância de preparo das crianças e jovens antes de elas terem acesso a qualquer tipo de conteúdo eletrônico. A Advogada e especialista Ana Paula alertou que algumas crianças têm instigado outras a cometer suicídio através de aplicativos e redes sociais. Confira na matéria.

Os pedófilos usam a busca do YouTube para encontrar vídeos com crianças. Com isso, o algoritmo da plataforma mostra apenas este tipo de conteúdo. A empresa tenta coibir o crime após pressão de anunciantes. Para falar sobre o assunto a equipe de reportagem do Domingo Espetacular entrevistou a advogada especializada em crimes digitais, Ana Paula Siqueira Lazzareschi de Mesquita.

Em entrevista à revista ISTOÉ a especialista em combate ao Bullying e cyberBullying  afirma que os pais e educadores não compreenderam a gravidade das ofensas provenientes do digital: – “Para piorar, temos uma geração analógica que ainda não compreendeu essa forma de violência”, afirma Ana Paula Siqueira Lazzareschi de Mesquita, advogada especialista em direito digital.

Em entrevista ao jornalista Heródoto Barbeiro, no JR NEWS do canal Record News a advogada Ana Paula Siqueira explicou como funciona na prática o direito à privacidade. Inclusive, na era da internet em que as informações acabam se espalhando rapidamente. Ela deixou claro que as pessoas devem tomar cuidado, quando o dado cai na rede é difícil de brecá-lo.

 Uma matéria de utilidade pública foi produzida para a Gazeta do Povo pela Dra. Ana Paula Siqueira. Nela, é falado sobre o Compliance Escolar e a responsabilidade do administrador das instituições de ensino. – “As atividades de compliance escolar são a necessidade de adequação às leis, normas e procedimentos, internos e externos, exigindo-se verificação permanente de aderência, eficácia e efetividade das atividades escolares desenvolvidas por e para docentes, discentes, responsáveis legais, bem como pelas equipes transversais”.

Em uma matéria feita para o Estadão, a Profa. Dra. Ana Paula Siqueira mostrou a importância da Lei de proteção de dados no Brasil. – “A norma estabelece que organizações públicas e privadas, bem como pessoais físicas, só poderão coletar dados pessoais, como nome, endereço, e-mail, idade, estado civil e situação patrimonial, se tiverem consentimento do titular. A solicitação deverá ser feita de maneira clara para que o usuário do serviço digital saiba exatamente o que vai ser coletado, qual o objetivo da coleta e se haverá compartilhamento das informações.”

Em março de 2019 a especialista em direito digital educacional e sócia de SLM Advogados, Dra. Ana Paula Siqueira afirmou ao portal Band da Rede Bandeirantes de comunicação: – “O governo atual pode interferir [no ensino] através de campanhas educacionais ou mudanças da base curricular, por exemplo, mas tudo isso envolve dinheiro e, portanto, precisa passar pelo Congresso”, confira na íntegra essa matéria. 

No dia 05/08/2018, foi publicada, no Estado de Minas, uma matéria a respeito do ato ilícito e repudiável sobre o Bullying em casos de nudes. – “A pornografia da vingança ou revenge porn é um ato ilícito que consiste em divulgar em sites, aplicativos e redes sociais imagens com cenas de intimidade, nudez, sexo a dois ou grupal, com o único objetivo de colocar a pessoa em situação vexatória e constrangedora diante da sociedade, escola, parentes e amigos, para promover a maliciosa e hoje mais terrível vingança virtual para as mulheres. Essa forma torpe de violência é uma das principais causas de bullying e cyberbullying nas escolas brasileiras”.

Bullying, tiros, vingança e dor é o artigo idealizado pela Especialista em Direito Digital e Dra. Ana Paula Siqueira que trata sobre o tema abordando aspectos negativos como a intolerância e violência nas escolas. – “Em todo o país, a situação piora a cada dia, nas escolas públicas e privadas por uma simples razão – salvo raras e honrosas exceções, os estabelecimentos de ensino e clubes ignoram a lei nº 13.185/15 e os incisos IX e X da LDB (lei de Diretrizes e Bases da Educação)”.

Dra Ana Paula Siqueira especialista em compliance digital e escolar fala sobre o assunto em artigo a Gazeta do Povo. – “A conclusão é fruto de análise das informações disponíveis nas cortes de justiça, no noticiário crescente de incidentes nas escolas e nos retornos obtidos junto aos participantes de ações que buscam enfrentar esta questão.Os departamentos de compliance escolar e/ou setores de mediação de conflitos devem receber a orientação e suporte para que o acordo extrajudicial esteja dentro dos parâmetros legais

Nesta coluna do jornal Estado de São Paulo a especialista em segurança digital Dra Ana Paula Siqueira afirma que  é fundamental coibir a violência presencial e virtual que está nas mãos das crianças com os celulares. Ela aponta a importância de pais, educadores e autoridades refletirem nos impactos bons e, principalmente, ruins que teremos cada vez mais com o crescimento da democratização da tecnologia.

A advogada Ana Paula Siqueira Lazzareschi de Mesquita alerta sobre como se prevenir de golpes como clonagem de cartões, roubo de senhas, entre outros em uma entrevista para a Rádio Nacional. – “Devemos ter o cuidado presencial, e o cuidado virtual quando se trata de cartões de crédito. É necessário ficar atento na entrega do cartão quando você faz uma compra. E, numa situação em que há vazamentos de senhas, é recomendado que elas sejam trocadas de forma imediata para que não ocorram problemas de ordem patrimonial para o proprietário do cartão”

A Dra Ana Paula Siqueira especialista em bullying e cyberbullying afirma que é ato ilícito a divulgação em sites, aplicativos e redes sociais imagens com cenas de intimidade, nudez, sexo a dois ou grupal, com o único objetivo de colocar a pessoa em situação vexatória e constrangedora diante da sociedade, escola, parentes e amigos.Em entrevista ao Diário do Grande ABC a advogada e especialista explica em detalhes o assunto.

Dra. Ana Paula Siqueira foi entrevistada pelo portal Gestão Escolar e abordou a polêmica sobre o medicar ou não crianças e adolescentes nas escolas. –  “Não podemos improvisar. Principalmente quando se trata de crianças e adolescentes”, afirma a advogada, especialista em Educação. Seja qual for o procedimento adotado, a especialista ressalta que é essencial exigir receita médica e autorização por escrito dos pais em qualquer circunstância.Clique em Gestão Escolar e veja na íntegra. 

Você não tem permissão para copiar este conteúdo

Open chat
Powered by